20 de dez de 2011

Corrida Aniversário de Aparecida - 10km

Dados da corrida:
Largada: 20:11h
Data: 19/12/2011
Distância: 9,82 km
Tempo: 00:46:24
Pace Médio: 04:43 min/km
Link Garmin: http://connect.garmin.com/activity/135453853
Resultado Oficial: no aguardo
Link Namiuti: http://fabionamiuti.hd1.com.br/45henock.htm


Apesar de simples e com algumas falhas é uma das minhas corridas preferidas, tanto que é a minha 5a. participação seguida neste evento.

O fato de ser durante a semana, a noite, no finalzinho do ano, muitos amigos participando, traz uma motivação maior em participar.

Este ano, como em quase todos os outros, não chego para esta corrida no melhor da forma, mas procurei na ultima semana, fazer pelo menos 3 treinos de rodagem pra não fazer feio.

Este ano a novidade era a medalha de participação e o chip que vinha anexo ao número de peito, mostra a intenção de sempre melhorar, isso é bom. Já o trajeto seguiu o mesmo de 2010, com um grampo de aproximadamente 4km. Eu prefiro o antigo, que era um pouco mais travado, porém com participação maior do público, já que adentrava pelos bairros da cidade. Mas entendo a organização, pois o isolamento do trânsito no trajeto antigo era bem complicado e perigoso para os atletas.

Bastante bate-papo antes do largada, galera traçando as metas para 2012 e comentando as conquistas e histórias deste ano que termina. Um rápido aquecimento, mas o suficiente para suar bastante. Após o hino nacional tocando integralmente, partimos para a largada com 11minutos de atraso. Procurei sair forte na empolgação do alto nível da galera presente, mas sabia que daria pra manter por muito tempo.

Juntamente com Fabinho Vilhena fomos juntos durante quase toda a corrida, isso me ajudou bastante a manter o ritmo. No km2 já havia distribuição de agua, que este ano, apesar de quente, não faltou, pelo menos não ouvi alguém comentando.

Após o retorno da avenida, procurei aliviar um pouco, mas sabia que o mais difícil tava por vir e queria fazer mais forte a segunda parte da corrida, fui caçando os coelhos e eles me caçando. Depois olhando no Garmin, vi que acabei mantendo um ritmo uniforme , com somente 12s. a menos de média em relação a segunda parte da prova.

No final, um sprint na descida, peguei o kit e ficamos conversando um pouco, antes de retonar pra casa.

O 2011 se encerra para mim, agora vou (tentar) manter os treinos, inclusive os giros de bike. Foi ano muito bom, dividido num primeiro semestre treinando firme e seguindo a risca a planilha, onde pude melhorei meu tempo na maratona, fazendo um sub4h e emendando na sequência a maratona do Rio de Janeiro. Depois um segundo semestre mais leve e sem compromissos, com menos provas inclusive.

Feliz 2012 e boas festas, até lá.

28 de nov de 2011

Corrida Aniversário Tremembé - 8km

Dados da corrida:
Largada: 9:11h
Data: 27/11/2011
Distância: 7,76 km
Tempo: 00:36:53
Pace Médio: 04:45 min/km
Link Garmin: http://connect.garmin.com/activity/131411313
Resultado Oficial: http://tremembe.sp.gov.br/arquivos/extras/categorias_0112.pdf
Colocação: 108 de 248


Esta é minha 3a. participação seguida nesta prova e que continuo gostando de participar. Percurso bem técnico, com várias subidas e curvas, próximo de casa, na pacata Tremembé e feito com dedicação pelos organizadores.

Eu já tinha dado "o bolo" na corrida de Jacareí uma semana antes, fiz inscrição e não fui e por ser gratuita fica um peso na consciência, apesar de justificável no meu caso. E para Tremembé eu até teria motivo para me ausentar.

Depois que comprei minha bike speed, sonho antigo, que consegui concretizar este ano estava na fissura para pegar a estrada com ela. No sábado (26) logo pela manhã combinei com o xará Vilhena de pegar a Rod.Carvalho Pinto e rodar sem compromisso e pegar todas técnicas e manhas. Fui na onda do parceiro e logo de cara já foram 80km de pedal até o entroncamento com a Rod.Tamoios em S.José Campos. Muito bom, mas no dia seguinte tinha estes 8km de Tremembé.

Acordei domingo pela manhã com as pernas um pouco pesadas e com sono além da conta, mas sem dores, isso já era ótimo. Chegando em Tremembé já avistei com surpresa o diretor Edward e outros integrantes 100 Juizo, além do Gerson Narezzi e família. Achei que seria o único desgarrado da turma. Trocamos algumas idéias, tiramos fotos e fomos para o "pórtico" de largada.

Neste momento o Sol já dava as caras e estava forte, já me fazendo lembrar do ano passado, onde o calor judiou, principalmente no final, onde temos uma sequência de subidas.

Um leve atraso e 9:11h partimos, tentei me conter no começo, mas forcei um pouco, sabia que não daria certo. Mantive um ritmo confortável para deixar forçar no final, onde teríamos as subidas.

Sabia que seria dificil melhorar meu tempo em relação a 2010, fui de boa e nas subidas consegui forçar passando alguns coelhos que mirava lá atras e dei um pequeno sprint no final antes de entrar no funil.

Bacana que uma moça do staff alertava para não fazerem ultrapassagens dentro do funil, algo que já vi acontecer por ali em outros anos.

Entreguei o papelzinho com meu numero de peito para checagem de tempo, o primeiro já havia entregue na metade da prova.

Ao concluir me hidratei bastante no galão d'agua da Sabesp disponível para todos e conversei com a turma presente e aguardamos os sorteios e apuração dos resultados, que pela falta de chip é no manual mesmo. No sorteio, este ano, ganhei um bolo de milho, que maravilha, o café da tarde tava garantido.

Algumas melhorias foram sentidas, como medalha para todos participantes, colocadas no pescoço de cada um ao cruzar a linha de chegada e troféu para os cinco primeiros por categoria, o que fez o nível dos atletas aumentar ainda mais. O horário, na minha opinião e de vários colegas que conversei, poderia ser as 8h. No mais, continua sendo uma ótima pedida.

Outro item a destacar é que tivemos no mesmo dia a Corrida Univap, que já corri em 2007 e que os organizadores se conversem para melhor distribuição das provas no nosso calendário regional.

Agora, só esperar dezembro para a saideira do ano em Aparecida, dia 19/12, isso segunda-feira a noite.

17 de out de 2011

Circuito Delta - 10km - 3a.Etapa - Quênia

Dados da corrida:
Largada: 8:00
Data: 16/10/2011
Distância: 9,92 km
Tempo: 00:44:23
Pace Médio: 04:29 min/km
Link Garmin: http://connect.garmin.com/activity/122003093
Resultado Oficial: http://championchipbrasil.com.br/resultados.asp?id_evento=552
Colocação: 42o. no Geral e 9o de 35 na categoria 30/34.

A idéia era fazer o circuito popular e seus 5km, mas graças a uma promoção no twitter ganhei a inscrição para a série Delta e optei pelos 10km, já que pra fazer esta km em treino está difícil, que seja então numa prova. Com esta inscrição nas duas provas, a do circuito popular foi cancelada pela organização, achei válido.

Fui com a família pra S.José num sábado chuvoso buscar o kit, shopping lotado, difícil pra estacionar, fica a dica para o pessoal da organização pensar em outro local ou deixar pegar no dia da prova, já que o chip tive que pegar no domingo.

Apesar de não estar treinando a contento, estava esperançoso em fazer uma boa corrida. Dia chuvoso, horário de verão, sono, pra espantar tudo isso, procurei me aquecer bem juntamente com o Wagner e o Kleber.

Às 8h. em ponto largamos, a idéia era manter um ritmo constante com uma largada mais forte e idem para a chegada e lidar bem com a parte psicológica de passar duas vezes no mesmo ponto de largada/chegada.

O pace de 4:13 no primeiro km tava de bom tamanho, era só diminuir um pouco e manter e assim fui seguindo num ritmo regular durante os primeiros 5km, fechando em 22m09s. Sabia que um RMP seria difícil, pois não era um dia de split negativo, manter já estaria ótimo. Passando este ponto a corrida ficou mais vazia com somente a galera do Delta por um ponto foi bom que os coelhos ficaram mais visíveis e me ajudaram, inclusive o famoso Homem-Aranha.

Por volta do km7 encontrando vários caminhantes do circuito popular, fiquei com aquele receio de quebrar como no mês passado, mas mantive a pegada. No último km fiz um pequeno sprint finalizando com mesmo pace da largada.

Finalizando a prova, não fiquei muito tempo na dispersão, pois tinha que voltar logo para a casa ver o filhote febril.

Como bem disse o xará Namiuti no seu relato, esta etapa do Popular+Delta tava "morna". Na minha opinião é pela junção de circuito manjado + tempo chuvoso + horário verão. Que em 2012 novos trajetos e kms sejam feitos, não só em S.José como em outras cidades do vale.



25 de set de 2011

1o.Park Trail Run - Parque do Itaim - Taubaté

Dados da corrida:
Largada: 9:42
Distância: 6,58 km
Tempo: 36:38
Pace Médio: 05:34 min/km
Link Garmin: http://connect.garmin.com/activity/116919416
Resultado Oficial: http://www.chiptiming.com.br/resultados/parktrailrun - no aguardo...
Colocação: no aguardo...

Como disse aos amigos, preferi correr em Taubaté para prestigiar a estréia desta corrida na cidade, ao invés de ir pra Guará e até beliscar um pódio, na corrida Unimed, mas sou teimoso, paguei pra ver e paguei caro.

Inscrição por R$50,00 + R$3,00 de conviniência, paguei e esperei ver uma grande estrutura, informações antecipadas sobre o percurso, kit recheado, bom, nada disso ocorreu, faltou o básico, começou com 40min de atraso, kit pós prova com 2 bananas e um iogurte de um patrocinador e um boné de outro, agua morna, medalha estilo honra ao mérito com a impressão (jato de tinta) colodo em cima, trajeto com alguns momentos perigosos devido a buracos e galhos secos na altura do rosto, falta de marcação de km, não tinham os 7km conforme divulgado, falta de informação sobre o caminho a seguir, um dos guias tava dormindo (sic) numa das bifurcações que geravam dúvida, não havia ambulância para emergências, algumas pessoas cortaram caminho por não saber onde virar, inscrição cara e quem tentou fazer na véspera ou no dia era R$80... bom, acho que é isso.

A parte positiva é o parque em si, trajeto interessante, bem técnico, subidas fortes, mas curtas (200m a 250m) e descidas fortes também, na verdade é um sobe e desce a todo momento, sempre variando, além da paisagem bonita.

Apesar dos problemas citados, principalmente o atraso pra largada, procurei desencanar e trocar idéia com o pessoal, até que começou, procurei iniciar forte, numa leve subida em asfalto e logo em seguida entramos no "mato" e começaram as subidas, exigindo muito das pernas e haja folego.

Por volta do km2, parte mais baixa do percurso, 584metros, apareceu a primeira grande subida com terra, onde tive que puxar os matinhos pra ajudar, mas acabei andando e iria fazer isso outras vezes, não tinha como. Neste tipo de corrida, tem que desencanar do tempo, pois é outro estilo de corrida.

No km4 chegamos ao topo do trajeto, 673metros, local onde o fiscal tava dormindo, a paisagem era bacana, dava pra ver ao fundo o Cavex e quase todo o parque. Neste momento eu já estava ofegante por forçar em alguns subidas.

Já desconfiado que não teria 7km, quando o Garmin apitou 5km, procurei forçar para recuperar algumas posições perdidas anteriormente. Tava dificil, mas nos últimos 500metros, consegui, inclusive passar alguns que não haviam me passado, como? Cortaram caminho, talvez sem querer.

Na chegada, dei um sprint e concluí de forma satisfatória, só a chateação de ver tudo que a prefeitura põe o dedo dá errado. Cheguei a argumentar com o secretário de esportes da cidade, mas segundo ele, o município oferece somente o espaço e que eles assinam termo de compromisso etc e tal. Na minha opinião não justifica, pois poderiam pedir por escrito o que será feito e como. Mas tudo bem, o Vale está cheio de provas, o que nos dá a possibilidade de escolher, tanto que neste domingo dos 500 previstos, não tinham 70 concluintes.


Agora manter os treinos e sábado dia 8, faremos a "escalada" ao Pico do Itapeva, saindo do Capivari em Campos do Jordão, mais uma idéia do xará Namiuti .


Acho que em breve coloco algumas fotos que tiraram, mas não sei se acharei o fotográfo... :o)

20 de set de 2011

Corrida Shopping Colinas Run 2011 - 10k

Dados da corrida:
Largada: 8:36
Distância: 9,93 km
Tempo: 46:14 (oficial)
Pace Médio: 04:40 min/km
Link Garmin: http://connect.garmin.com/activity/115486391
Resultado Oficial: http://www.chiptiming.com.br/resultados/detalhes/288948266
Colocação: 112 de 288 no Geral e 17 de 54 na categoria 30/34 anos


Na primeira volta. Foto: Renata Pipoca
Outra corrida gratuita em S.José Campos e já não bastasse, bem organizada e com tudo que tem direito. Foi solicitado a doação de um pacote de fraldas para ajudar uma entidade da cidade. A moça anunciou a quantidade arrecada, lembro que era bastante pensando em números absolutos, mas para quem tem filho pequeno sabe que esta altura do campeonato, para "abastecer" um orfanato, bobear já acabaram as fraldas.


Desta vez me inscrevi para os 10km com a idéia de baixar o tempo ou chegar perto do meu melhor tempo, feito em 2010 neste mesmo trajeto, na 1a. Corrida Delta (43'50''). Fácil não seria, perto do que tenho treinado, mas não custava tentar.

A idéia era fazer os primeiros 5km com 21' alto ou 22' baixo, e consegui, fechei com quase 22 cravados, era só manter e forçar no ultimo km. Apesar do Sol que já esquentava bem o corpo, eu tava tranquilo.

Por volta do km8, perto da Original Veículos comecei a sentir aquela pontada lateral, famosa "dor de burro", local onde a espora bate no animal. Não dei bola para ela e continuei, mas 300metros adiante veio com tudo e tive que parar, caminhei alguns metros e mantive a respiração bem ritmada para passar, ali eu vi que um record seria impossível, mas dava para fazer um bom tempo.

Assim que melhorou, voltei a trotar, nessa o Silvio Lima passou rasgando por mim, que tentou me motivar. O cara tá correndo fácil, o calor + umidade da região Amazônica está fazendo bem pra ele.
Chegada com o Rodrigo na "cola". Foto: Ronnie

Já no km9, parei novamente, tomei mais fôlego, nessa outro 100 Juízo me passou, o Rodrigo que mandou bem e ficou em 5o. na categoria dele. Peguei carona como ele e finalizamos juntos.

Na hora fiquei meio grilado com o tempo, mas vi que está de bom tamanho. Vou tentar pegar firme para dia 16/10 no Circuito Popular tentar melhorar este tempo, mas antes tem a Trail Run em Taubaté, vamos ver que pito toca esta corrida.

Novamente comento a iniciativa da Prefeitura de SJC pela prova, uma cidade que mostra vontade em incentivar o esporte, tanto com este circuito de corridas, quanto na construção de ciclovias e projetos relacionados.

Em breve as fotos...

29 de ago de 2011

Circuito Popular de Corrida de Rua - SJC - 2011

Dados da corrida:
Largada: 7:59
Distância: 5 km
Tempo: 21:02 (oficial)
Pace Médio: 04:12 min/km
Link Garmin: http://connect.garmin.com/activity/109988409
Resultado Oficial: http://www.championchipbrasil.com.br/resultados.asp
Colocação: 57 de 609 no Geral e 11 de 92 na categoria 30/34 anos

Essa era uma corrida que não estava prevista, mas sabendo que era gratuita, era a chance de participar e com isso me sentir "pressionado" a treinar e manter o foco, pois depois das maratonas, é inevitável dar uma relaxada.

Combinei com o Xará Vilhena de irmos juntos, antes das 7:30h já estavámos no Shopping Colinas e já fomos pegar o kit, já que havia a possibilidade de pegar o kit no dia. Pegamos o número de peito + chip, tudo perfeito, mas esquecemos da camiseta, que segundo nos disseram só foi entregue no sábado, bom, sem problemas, mas fica o registro.

A idéia era correr forte, mesmo sem saber se iria aguentar, pois a sequência de treinos não é das melhores. Fiz um rápido aquecimento e 1 minuto antes das 8hs foi dada a largada. 
Largada. Foto: Tania

Forcei no começo para ganhar espaço e deu certo, antes do final do km1 já estava sem "trânsito". Fechei a primeira parcial em 04:05, impossível manter nos demais kms, mas pensei: "vamos assim até quando der, são só 5km", deu por uns 100 metros, onde diminuí um pouco.

Por volta do km3,5 senti que estava no limite, coração e estômago estavam na garganta. Tive que diminuir um pouco, fechando com 04:22.

Ao passar pela Original Veículos, faltava muito pouco e onde os coelhos falam mais alto. Ali eu estava (muito bem) acompanhado pelos atletas Gerson Narezzi, Zebra, Seneval e Cesinha Moraes, sendo os dois primeiros inscritos para os 10km do Circuito Delta (ah bom.... só assim).

Na curvinha para chegar ao shopping, pé em baixo, mas não consegui o sprint, já estava no meu limite e também não sou raçudo igual o Michel.
Chegada. Eu branco.. :o)

Bom, fechei com 21:02, meu RMP!!! Meu melhor tempo era até então um "test run" feito na pista da CTI em 21:04: http://connect.garmin.com/activity/82206652 na época, quase no pico de treinamento para a maratona de SP.

Agora é tentar manter a motivação em  treinar de forma contínua. Algumas atitudes já foram tomadas, voltar a correr pela manhã para "ganhar" o dia e evitar os imprevistos da noite, quando após o trabalho surgem outros compromissos. Outra atitude foi tentar melhorar o tempo nos 10km no circuito Delta, etapa Kenia, em outubro. Vamos ver.

A organização, apesar do episódio da camiseta, foi excelente. Numa corrida gratuita, nosso grau de exigência diminui, mas neste caso, foi tudo tranquilo.

19 de jul de 2011

Maratona do Rio de Janeiro - 2011

Dados da corrida:
Data: 17/07/2011
Largada: 7:35
Distância: 42,195km
Tempo: 04:11:22 (oficial)
Pace Médio: 05:57 min/km
Colocação: 1118/2178 no Geral e 180/317 na categoria 30/34 anos


Conseguir unir turismo pela cidade maravilhosa, que só conhecia a trabalho em 2001, e ainda correr uma maratona era o objetivo nesta corrida. E ao saber que outros amigos também iriam, me motivou, mesmo sabendo que seriam 28 dias após a maratona de SP, nada recomendável, mas não seria a primeira vez que faria algo não recomendável. :o)

Com a importante companhia da Giovana, partimos no sábado de manhã, antes das 7:00hs já estavámos na Dutra e fomos seguindo o carro do Jorge, Samira e sua filha Sâmia, onde estavam também com o casal Namiuti.

Viagem tranquila e fomos direto para o Bondinho, onde encontramos com o Michel Vinac e o Bruno Narezzi com suas respectivas. Depois do excelente passeio, vimos que já eram 13hs e até chegar no hotel já poderíamos fazer o check-in, ficamos no hotel MarPalace em Copacabana, parceiro das competições esportivas da cidade, com diárias mais acessíveis.

Após o check-in, fomos almoçar ali perto mesmo no SiqueiraGrill. Lugar muito bom também, tanto que ali jantamos e almoçamos no domingo também.

Surgiu a idéia de após o almoço de irmos ao Cristo Redentor, eu estava dividido entre ir e ficar descansando, acabei indo ao passeio e valeu a pena, outro ponto turístico incrível do Rio.

Retornamos ao hotel as 19hs e as 20hs fomos jantar, tentei pegar leve, mas impossível.

Pra dormir foi rapido, mas acordei algumas vezes na noite, talvez pela ansiedade; as 4:50hs estava de pé e a partir das 5:30hs o café estava disponível. A idéia era tomar o café no hotel e ir de taxi (rachando em 3) até a largada, deixando o Narezzi na praia do Pepê para a Meia Maratona. Aidéia na teoria era boa, mas o problema que muitos acessos estavam interditados e a Praia da Macumba onde seria a largada da Maratona, poucos taxistas conheciam o acesso. Resumindo, quando Michel e eu chegamos, o pessoal da elite já estava a todo vapor e teríamos que correr pelo menos 1,5km para chegarmos até a largada, assim fizemos, quando passei pelo tapete de largada, havia mais ninguém.

O Sol já batia de frente e parecia que iria castigar, mas uma brisa aliviava. Procurei achar meu ritmo, tava dificil, pois rodei "forte" até a largada e estava todo empolgado. No km3 encontrei com o xará Namiuti, conversamos um pouco, logo em seguida o Michel passou por mim. Encontrei com o Hideaki no caminho, fomos até o km 11 conversando sobre as maratonas mundo afora. Ali eu já tinha tomado um gel, estou usando o Accel e também as cápsulas de repositor de eletrólitos.

No km14 eu já sentia um pouco o cansaço, talvez do dia anterior e sabia que seria dificil lá na frente.

Dali em diante fui concentrado e curtindo as paisagens e reparando nos corredores ao redor, gente do Brasil inteiro e de várias partes do mundo, muito interessante ver as manias e estilos de cada.

Por volta do km19 senti dores no tendão em cima do pé, típica dor de quando amarramos o cadarço mais forte, parei e aliviei. Neste momento um cara parou do meu lado e começou a passar Biofenac na perna (dele né), pedi emprestado e passei no meu tendão dolorido também. Problema resolvido.

Quando chegamos em São Conrado já estávamos com 25km rodados e participação do público só aumentava, isso faz uma diferença pra mim. Em seguida vem a temida subida do Niemayer, onde subi bem, fazendo valer os treinos em subidas que fiz este ano. Interessante que ali ficam uns meninos pedindo seu boné, gel etc e onde podemos também ver de forma superficial como é a vida numa favela, já que ali acima existe uma.


Entrando no Leblon, um mundo de gente nas praias. Já eram quase 10hs, ali o incentivo era grande e eu estava me sentindo bem melhor, mais leve e correndo solto. Tomei a terceira capsula de repositor de eletrólitos e segui firme, tentando não forçar. No km 32 passei com 2h:59m de corrida, bom era só fazer pace de 6/1km até o final, parecia fácil pra quem vinha rodando a 5:40, apesar do calor e da umidade que não estou acostumado. Acho que mais até a umidade do que o calor.

No final da praia de Ipanema, por volta do km34,5, as coisas começaram e complicar pra mim. O tal do "muro" é cruel, vem de repente. Senti o corpo bem pesado e sabia que se forçasse as cãimbras iriam aparecer, resolvi caminhar um pouco, pois também sabia que no km37 as meninas estariam nos esperando pra tirar fotos, eu queria passar bem. Foram uns 500metros caminhando, voltei correndo mais devagar, passei por Copacabana bem e posei para as fotos. Ao entrar na Av.Princesa Isabel, havia uma banda, quando passei tocava Eyes of Tiger, tudo pra motivar.

No km 38 ou 39 passamos por um túnel, bem cruel, eu já estava bem cansado, mas procurei não andar, para acabar logo este túnel.

Mas ao sair deste túnel, caminhei e alonguei as panturrilhas que já estavam fisgando, fiz bem. Dali em diante corri melhor e no Aterro uma longa curva a esquerda e com a placa km41, onde começavam os treinadores e amigos virem "buscar" os corredores, faltava bem pouco. Eu já tinha desencanado do tempo, o que viesse tava bom. Ao avistar o km42, haviam uns 3 corredores ao meu lado, todos emocionados e contentes, assim como eu.

Foi só posar para as fotos e comemorar.

O tempo foi pior que a de SP de 2011(3:57) e até de 2010 (4:07), mas, mesmo assim fiquei contente com o tempo obtido, só o extremo cansaço que eu não esperava.

Peguei a medalha e o kit, comi e bebi tudo. O Michel chegou logo em seguida, conversamos um pouco também com o Namiuti e o Jorge que estavam por ali. Voltamos para o hotel, onde depois de um banho e do almoço já tava bom de novo, ainda bem, pois tínhamos 4 horas de carro pela frente. Valeu muito a pena, o Rio é realmente uma cidade muito bonita.

Agora é descansar e curtir as férias do trabalho!

4 de jul de 2011

Corrida Pinda 2011

Dados da corrida:
Largada: 9:00h
Distância: 9,98km
Tempo: 00:47:08
Pace Médio: 04:42 min/km
Link Garmin: http://connect.garmin.com/activity/96734859
Resultado Oficial: http://www.pindamonhangaba.sp.gov.br/downloads/corrida11/corrida2011_10k_masc.pdf
Colocação: 145/509

Galera dividida entre a Corrida Pinda e a da Longevidade em S.José Campos, uma pena. Mas a parte boa é que em ambas bastante gente enfrentou o frio e saiu pra se mexer. Eu decidi ir pra Pinda, a idéia era manter um ritmo bom, sem forçar muito, pois após a Maratona de SP, senti uma leve metatarsalgia que me deixou preocupado e sem treinar na semana pós-maratona. Voltei aos poucos e já me sentia confiante para a Corrida Pinda. Era uma prova chave pra mim, onde eu iria tentar baixar meu tempo nos 10km, mas fui desencanado e tentando fazer o melhor possível sem me machucar.

Este ano o trajeto ficou mais desafiador, com várias subidas, inclusive com a sobre a linha férrea. Sempre interessante novos percursos, ainda mais numa cidade que conhecemos.

Combinei com o Bruno Narezzi e o Fabinho Vilhena em irmos no famoso 5''/km, no começo forcei pra fugir do excesso de atletas, estava me sentindo bem e fui em frente. Sempre na "cola" dos dois amigos.

As subidas eram difíceis, mas procurei forçar nelas e com receio da volta da dor, procurei aliviar nas descidas e seu grande impacto.

No último km forcei um pouco devido a dois "coelhos" que me acompanhavam. Cheguei bem e creio que toda a carga de treinos da maratona nos dá uma bagagem, principalmente um folego pra chegarmos bem e sabendo que dava pra puxar mais. Um leve incomodo no pé no final da prova, mas coisa pouca. Esta semana irei procurar um protetor de metatarso indicado pelo fisioterapeuta Alexandre da assessoria IserBem.

Após a prova bastante papo com os amigos e comentários sobre a maratona de SP.

Agora continuar treinando com cuidado, sem excessos pra poder correr tranquilo lá no Rio, dia 17.

20 de jun de 2011

Maratona de São Paulo - 2011

Dados da corrida:
Largada: 8:39
Distância: 42,38km
Tempo: 03:56:17
Pace Médio: 05:34 min/km
Resultado Oficial 42,195km: 03:57:17 - http://www.chiptiming.com.br/resultados/meiamaratonadesp
Colocação: 891/2705 no Geral


Chegou o grande dia. Procurei seguir o treinamento da melhor forma possível, isso me deixou confiante em fazer um bom tempo, que seria qualquer coisa abaixo de 4 horas.

O começo sempre aquela muvuca, onde a maioria não respeita as baias por faixa de ritmo, nisso não dá pra culpar a organizadora da evento, apesar que poderiam fiscalizar melhor, como tudo no Brasil, não dá pra confiar no bom senso da população. Procurei forçar um pouco no início afim de achar um espaço livre pra correr, isso demorou 3kms, até que encaxei um ritmo e fui.

A idéia era correr todo o trecho sozinho, mas o Moacir, que pretendia fazer um ritmo médio de 5:25min/km ia me puxando, tanto que passei no km21 com 01:53hs, dando uma projeção bem otimista para o restante da prova, mas fui precavido, tava muito bom pra ser verdade e no km22, na entrada da USP falei pra o Moacir seguir em frente, pois eu iria me poupar pra tentar chegar "inteiro" no final.

No km25, pude ver a alegria de várias pessoas completando a distância e tive a ajuda dos amigos da 100 Juízo, inclusive com o Wagner me dando um copo de Gatorade. Fechei com 02:15hs. Tomei o segundo par  da cápsula de Sal (Electro++), o medo da caimbra era grande.

A partir dali, tudo fica mais quieto e solitário, mas procurei pensar em nada e aumentar o som do Ipod, mas no km29 comecei a sentir que o corpo não era mais o mesmo, diminuí um pouco até o km30, onde fechei com 2:43hs. Tomei um Gel (Accel com cafeína) que me deu uma sobrevida até o km35, fechando com 03:11hs, as projeções eram bem animadoras, dificilmente eu saíria da minha meta.

Eu esperei os dois postos de Gel que a organizadora do evento prometeu no manual do atleta, mas nada. Em 2010 funcionou muito bem com distribuição de GU, mas neste ano, que prometeram 2 postos, nada. Muita gente estava contando com estes géis, pisaram na bola feio.

Do km36 em diante, quando passamos pelo túnel Janio Quadros, o bicho pegou, encontrei com o Moacir, procurei motivá-lo e segui em frente. Este ano Não vi tanta gente passando mal, isso ajudou o pisicológico, mas o receio de quebrar feio e não cumprir a meta me deixou tenso. Os paces estavam na casa de 05:46m/km.

No km40 tive que andar um pouco e alongar, pois a caimbra no posterior da coxa chegou. Foi pelo menos 1 minuto ali, uma senhora me viu alongando, tentou me motivar e até pra fazer massagem se ofereceu, foi legal. Agradeci e toquei em frente, não querendo parar mais. Ali começa a passar um filme na cabeça e ver que valeu a pena todos os esforços, agradeci por tudo e todos e chego a conclusão que baixar mais que isso é muito difícil pra mim, pelo menos nesta maratona de SP. Cheguei bem e sem aquele pensamento mentiroso de nunca mais correr a tal maratona. Agora é descansar/treinar para curtir no Rio de Janeiro, dia 17/07.

Abaixo o vídeo da minha chegada:



6 de jun de 2011

Unimed Run - 2011

Dados da corrida:
Largada: 8:31
Distância: 9,92km
Tempo: 46:47
Pace Médio: 04:42 min/km
Link Garmin: http://connect.garmin.com/activity/90642764
Link Namiuti: http://fabionamiuti.hd1.com.br/unimed2011.htm
Resultado Oficial 10km: 46:40
Colocação: 38/98 na Faixa M3034 e 184/519 no Geral
Fotos: http://www.flickr.com/photos/equipe100juizo/sets/72157626892937014/
 
Uma das prediletas do Vale e que corro desde 2008, sempre marcada pelo frio, mas este ano tava demais. Ou seja, excelente para baixar tempos, mas não era minha intenção neste dia. Faltando duas semanas para a prova alvo, a Maratona de SP, teria que ir (tentar) tranquilo, além de que, já havia feito um treino no sábado a tarde. Mas como é dificil cumprir algumas promessas, até que comecei leve, ainda mais que larguei lá atras, junto com o pessoal da caminhada.

A idéia era servir de coelho pra alguém, e assim fui até o km1,5 com o Xará Vilhena, mas ele fez os 5km, tomando o caminho para tal distância e eu segui adiante curtindo o caminho, sem olhar muito para o relógio, até que por volta do km7 encontrei com o Bruno Narezzi e já sabendo da idéia dele de fazer um sub50, procurei animá-lo e fomos juntos até quase o final, inclusive descendo a perna naquela grande descida antes de entrar na avenida da largada/chegada.

Inclusive no final desta descida, ouvi um corredor falando que iríamos quebrar logo adiante, ruim ouvir isso né. Pronto, dali em diante não diminuí mais o ritmo, fazendo os paces na casa de 4'25'', 4'36'' e pra fechar 4'18'', tendo o prazer de fazer um sprint bonito com o Tonico! Que bacana!
Eu de azul, buscando o Tonico

Treinar para a maratona está cansativo e as vezes até deixo de participar de algumas provas para focar nos longos, mas a alegria de ver a galera, conversar e curti o clima que existe numa prova bem organizada, vale muito a pena, até pra tirar a seriedade da preparação para a "marvada".

Fiquei bem contente com o resultado, pois senti que dava pra forçar e até bater o record nos 10km. Agora é reduzir as quilometragens, ver a logística e torcer para dar tudo certo dia 19/06 em SP.

Gostaria de parabenizar ao Michel, pelo record nos 10km, mesmo com todas as dificuldades que já citou, foi lá e mandou bem demais, com uma "bela" foto de sprint, vale conferir.

1 de mai de 2011

01/05/2011 - Corrida Sesi SJC - 10km

Dados da corrida:
Largada: 8:37
Distância: 10.03km
Tempo: 48:21
Pace Médio: 04:49 min/km
Link Garmin: http://connect.garmin.com/activity/82783666
Link Namiuti: http://fabionamiuti.hd1.com.br/sesi2011.htm
Resultado Oficial 10km: no aguardo
Colocação: no aguardo
Fotos: http://www.flickr.com/photos/equipe100juizo/sets/72157626490596535

Depois de bobear e perder a inscrição para a corrida Oscar Rebook, esta eu resolvi fazer a inscrição rapidamente. Fiz a inscrição para os 5km pois teria um treino longo no sábado e faria os 5km somente para regenerar e/ou ser coelho para alguém.

O treino de sábado não foi o que eu esperava, por volta do km 10, o solado do meu tênis Nike Pegasus, o mais novo que tenho, que estou amaciando para a maratona de SP, descolou, como pode ver na foto. Rodei mais uns 2km desta forma, mas tava arriscado torcer o pé, parei e até pensei em fazer um "pit stop" em casa e trocar o tênis, mas depois que entrei, deixei quieto. 

Tirei algumas fotos para tentar fazer alguma troca/reclamação pelo NetShoes onde comprei, mas lembrei do sapateiro aqui perto de casa e "corri" lá. Por 6 reais ele colou e falou que era uma cola especial, não precisava esperar secar. E não é que era verdade, no domingo corri os 10km desta corrida Sesi sem problemas.

Voltando a corrida, com a retirada do kit no mesmo dia com opção de pegar na véspera, procurei chegar um pouco mais cedo. As 7:30 eu já estava procurando lugar pra estacionar, mas como falei com o xará Namiuti, se haviam 2.800 pessoas, haviam 2.800 carros estacionados nos arredores, complicado achar vaga, mas achei e fui logo para dentro do SESI, lugar bacana, um clube bem completo. Peguei meu kit após pequena fila, camiseta P, não percebi na hora, depois voltei e peguei a G que parece uma P, entendeu? Falta de padrão nas medidas.

Como estava em débito de km na semana, resolvi fazer os 10km, mesmo estando inscrito nos 5km e correndo o risco de nem aparecer na classificação oficial (vamos ver). Alinhei com a galera 100 juízo e fui conversando com o Namiuti e Toninho Corredor, tava bacana, mas eles viraram para os 5km e eu segui reto.

Fiquei surpreso com o posto de hidratação logo no início, acho que km 2, depois vi que era uma constante, ponto para organização.

Conforme fui seguindo pelos kms, observei também que as marcações de km estavam precisas e "batendo" com meu GPS de pulso.

No km4 encontrei o Bruno Narezzi e fui incentivando-o, numa longa subida, quase 2km, cruel. Fomos juntos até o retorno na Av.Cidade Jardim, onde ele sugeriu pra eu seguir em frente.

 A corrida estava bem agradável e é muito bom correr sem estar com o coração na garganta, por isso que as longas distâncias me agradam mais. 

Por volta do km7 encontrei o Michel-Vinac, fomos juntos até o final e fiquei contente em saber que ajudei-o a fazer sua meta para o dia, um sub50. Passamos novamente naquela subida longa e "eterna". Neste momento o pessoal da caminhada era grande e bem animado, dava gosto de ver o clima de alegria da galera. Inclusive a Tereza (tia do Namiuti) estava com a placa da Equipe 100 Juízo e incentivando a galera!

No final, chegando no Sesi o afunilamento da rua atrapalhou um pouco, pois acumulou tudo, 5km, 10km, caminhada, mas deu tudo certo, consegui um sprint bacana e cheguei bem. Esperei o Michel e Bruno, onde conversamos um pouco e retiramos o kit, com maçã, barrinha e dois grandes pães com presunto e queijo e agua a vontade.

Não achei o pessoal e segui embora contente com o tempo e o estado geral. 

Uma corrida bacana, bem organizada e que nesta sua segunda edição, veio pra ficar.

20 de mar de 2011

20/03/2011 - General Salgado - 10km

Dados da corrida:
Largada: 9:00 horas em ponto!
Distância: 10.04km
Tempo: 44:25
Pace Médio: 04:26 min/km
Link Garmin: http://connect.garmin.com/activity/74584645
Link Namiuti: http://fabionamiuti.hd1.com.br/xxvigalsalgado.htm
Resultados 10km: http://www.cronoserv.com.br/resultados/2011_03_20_GS_10K_geral_mf.txt
Colocação: No geral: 167/957 - Na categoria: 22/160
Fotos: http://www.flickr.com/photos/equipe100juizo/sets/72157626308997826

Esta corrida é especial para mim. Primeiro por ser em Taubaté, segundo por sempre ter visto a galera correndo domingo de manhã e eu voltando das festas de sábado, aquilo (correr de manhã) não entrava na minha cabeça, mas o tempo passa, o tempo voa e a gente muda... E outro ponto é que estreei nos 10km em 2006 nesta prova também, totalmente sem preparo, fiz em 1 hora e 6 minutos.

De 2006 pra cá, corri todos os anos, exceto 2008, ontem nos treinamento torci o tornozelo e fiquei de fora, ou seja, fui para minha 5a. participação.

Como toda corrida, ela começa bem antes, no sábado peguei meu kit e de alguns amigos e tentei depois ficar em casa de boa, mas com criança pequena em casa, não dá né. Ficamos sapecando em casa e a noite tinha o aniversário de 7 anos da minha sobrinha Duda, parabéns Duda. Foi dificil resistir àquelas todas tentações de uma festa infantil: batata frita, bolinha de queijo, sem falar dos doces, mas comi um pouquinho de cada, agitei com o Léo, conversei com meu cunhado Giovani que iria estrear na Gen.Salgado, nos 5km e estava também preocupado, ainda mais que já tinha mandado alguns goles de cerveja e salgadinhos, mas o danado foi bem, parabéns! Bom, fim de festa, chegamos em casa e meia noite eu já estava dormindo.

Domingo amanheceu nublado e garoando, fui caminhando até a Av.do Povo, pouco mais de 2 km, encontrei a turma toda da 100 juízo, alguns colegas da assessoria IserBem, muito papo e quando percebi, já eram 8:50hs, fiz um aquecimento e já fui para o pórtico achar um lugar bom pra sair tranquilo e pegar "trânsito" livre.

Primeiro Km saí forte e fechei em 4:16m, seria ótimo poder manter isso e o 2o.km fiz exatamente o mesmo tempo. Eu estava confiante neste ponto em melhorar os 46min do ano passado, onde tive a ajuda do australiano Fabio Vilhena.

A hidratação estava boa, o ponto incomum foram alguns soldados distribuindo água em pontos, podemos dizer "não oficiais", achei bacana, ainda mais que o sereninho do início da manhã, se transformara num mormaço brabo.

No km3, próximo ao Pão de Açucar, antigo Jumbo Eletro e mais antigo ainda, Campo do Bosque, na minha opinião é a parte mais dificil, acho ali meio fechado, sem muita ventilação, lembrando o "Minhocão" de São Paulo.

A partir deste momento procurei diminuir um pouco pra não quebrar lá na frente, mas mantive a média de 4:30/km e percebi que daria para fechar bem os 10km.

Infelizmente não tive companhia de amigos durante o percuso, mas "coelhos" tinham vários e isso sempre ajuda, tinha um senhor que sempre me ultrapassava nas retas e descidas e eu nas subidas, a partir do km7, percebi que era o momento de forçar, estávamos atrás do quartel, naquela subidinha "chata". Ali embalei, até que no km8, ao entrar no bairro da "Constoem" torci o pé esquerdo num buraco do asfalto esburacado da rua, mas nada grave, senti que foi mais susto e também uma leve revolta, por ser um cidadão taubateano, ver a quantidade de problemas que a cidade está passando com a administração atual e ver inúmeros políticos querendo aparecer na largada/chegada, inclusive o próprio prefeito que se diz esportista.

Mas mudando de assunto, ali faltava pouco, passei pelo Seneval, incentivei-o para irmos juntos.

Ao entrar na Av.Independência foi só forçar para o sprint final, já que eu estava me sentindo bem, ouvi algumas frases de incentivo no funil de chegada, inclusive da minha sogra que estava por ali.

Fechei com 44:32 no meu Garmin, vamos esperar o resultado oficial e será terá o tempo líquido.

Baixei mais de 2 minutos em relação ao ano passado, acho que por estar mais leve (-3,5kg), graças a nutricionista Livia e também aos treinos com a assessoria do Iserbem. Quem corre há algum tempo sabe que baixar tempo não é fácil, as vezes até achamos que chegamos no limite, mas sempre tem um pouquinho mais.

Depois da corrida fui procurar os amigos, conversei com alguns, mas estava preocupado com o tornozelo, fui na tenda da assessoria e fiz um pouco de gelo, já que começava a sentir um pouco, mas foi tranquilo, tanto que voltei caminhando pra casa.

Kit recheado, água a vontade, ou seja, manteve o padrão de qualidade e organização. Pelo valor que pagamos está bom, apesar que no passado já foi até gratuita e com mesmo padrão, mas tudo bem, hoje tem também os 5km (corrida e caminhada) e com premiação por categoria. Um ponto que achei que poderiam melhorar e isolar o percurso para os caminhantes, pois da Av.Emilio Winther até próximo a Prefeitura, corremos em zig-zag e driblando os "paredões".

Agora é seguir com os treinos para o objetivo maior em Junho, que por enquanto está tudo indo bem!

27 de fev de 2011

27/02/2011 - Meia Maratona de São Paulo

Dados da corrida:
Largada: 8:02 horas 
Distância: 21.21km
Tempo: 01:46:12
Pace Médio: 05:00 min/km
Resultados: http://www.chiptiming.com.br/resultados/meiamaratonasp
Colocação:
1123º lugar geral e 188º lugar masculino 30-34 anos 
Fotos: http://www.flickr.com/photos/equipe100juizo/sets/72157626033006211/

Fui para minha 2a. participação seguida nesta prova, tinha em mente tentar diminuir o tempo em relação a 2010. Não seria fácil, pois ano passado, devido a maratona de SP ter sido no final de maio, os treinos estavam num nível mais forte, com alguns longões acima de 21km inclusive. Mas este ano estou mais leve e correndo em distâncias curtas, de forma mais rápida, em contrapartida, destreinado para distâncias maiores.

Acordei bem cedinho, 4:15 da manhã estava de pé e rumo a SJC, na casa do Zebra para encontrar com a primeira parte da turma. Ônibus no esquema, por sinal, belo "busão", com ar-condicionado e confortável.

Na ida fui conversando com a turma e depois tentar dormir um pouco, chegamos com meia hora de antecedência e já fomos caminhando até o estádio do Pacaembu. Os kits já haviam sido retirados na véspera do amigo Wagner e organizado pelo capitão Zebra, obrigado!

Michel, Seneval e eu fomos procurar um banheiro (químico), mas como comentei com o xará Namiuti, pode ter 1.000 banheiros químicos, sempre estarão com filas...

A temperatura era boa, estava na casa dos 24oC, mas isso iria mudar, não deu muito tempo para aquecimentos e conversas, as 8:00hs em ponto começamos a correr, quer dizer, a tentativa da Yescom de separar por pace, é bem válida, mas o povo não respeita, impressionante. Com isso, procurei desviar da galera e imprimir um ritmo. Fechei o primeiro km com pace de 4:48m/km, tava bom.

Percebi este ano que tinha bem mais gente que em 2010 e acho que a distância de 21km anda meio banalizada, pois no km2 havia pessoas caminhando e visivelmente cansadas, se fosse um ou outro beleza, acordaram num dia ruim, mas eram vários. Este lance de querer fazer a distância a todo custo é algo que as pessoas poderiam pensar melhor.

Fui tentando manter o ritmo obtido no km1, mas já saquei que não seria muito fácil, mas consegui manter até o km13 aquilo que havia imaginado, mas a partir deste ponto senti que o calor e/ou falta de ritmo me fizeram manerar um pouco, pra quem sabe forçar no final.

Fui neste ritmo mais lento, porém confortável, dava pra manter, forcei em alguns momentos, mas vi que do jeito que eu estava levando, dava pra fechar no tempo que queria.

E assim, foi, porém o último Km fui bem difícil, quando chegamos no estádio do Pacaembu, olhei o mesmo termômetro e lá estava 30oC, 6 a mais que o início, estava ali um motivo.

Assim que concluí fui buscar meu kit e conversar com os amigos, alguns como o Paulo Gallo, fazendo um tempaço.

Deu pra ver que pra maratona tenho muito que melhorar, mas fazendo os treinos corretos, tenho fé que dará tudo certo em junho na Maratona de SP e em julho na Maratona do RJ.

Quando Michel e eu voltávamos ao ônibus, vi o Fabão chegando, não muito contente com o desempenho.

Na volta, mais papos no ônibus, algumas comilanças, eu tava com o estômago meio estranho, talvez pelos 4 géis de carbo que tomei, além de gatorade e whey protein, conforme manda o figurino.

A próxima corrida deverá ser no sábado de carnaval, em Pinda, a famosa corrida das Dondocas. Depois teremos a tradicional Gen.Salgado, no dia 20/03.

28 de jan de 2011

23/01/2011 - Paraisópolis - 15km

Dados da corrida:
Largada: 9:30 horas 
Distância: 14.88 km
Tempo: 01:18:11 
Pace Médio: 05:15 min/km

Corrida inédita pra mim, mas que sempre pensei em fazer. O que me impedia é que nos anos anteriores sempre tinha alguma comemoração no aniversário do meu irmão (26/01) e do meu (25/01). Além disso, tinha também o preparo físico nem sempre "em dia" no inicio do ano, ainda mais para uma corrida destas, 15km em Paraisópolis, local que conheci em históricos carnavais de 2000 e 2001.

Para 2011, deu tudo certo, exceto o preparo físico que estava em débito, mas virei o ano correndo atrás.

Conversando com o xará Namiuti decidimos nos inscrever, achamos que seriam poucos da equipe 100 juízo, mas logo outros amigos foram confirmando inscrição.

A idéia era ir uma galerinha de Taubaté, saindo domingo de manhã, mas acabei indo sozinho. A viagem foi bem tranquilo e feita em 1hora e 15min. Estrada boa, exceto na região de S.Bento Sapucaí onde entramos no estado de MG e voltamos pra SP diversas vezes. A parte mineira era um "tapete," a região paulista esburacada, mas algumas placas do governo indicam melhorias em breve.

Ao chegar no local, peguei o kit, me hidratei e aguardei o inicio, que logo de cara indicava que iria atrasar, tanto pelo ritmo lento do pessoal chegando, quanto da etapa infantil. Ta aí um belo exemplo para outras corridas, muito bonita ver no rosto da criançada a ansiedade pré-prova e depois a alegria da medalha no peito e orgulho dos pais. Vide exemplo o Xara Namiuti / Janete e o Luis Carlos. Um dia o Leozinho estará nessas.

As 9:30h em ponto largamos pelas ruas típicas mineiras, tomando cuidado para nao tropeçar nos paralelepipedos. O povo saiu forte, procurei me segurar no ritmo 5km/1'. Antes do km2 alcancei o Luis Carlos, empolgado com seu tênis novo. Fomos papeando e um ditando ritmo ao outro.

Antes do km3 já havia um aclive razoável, como estava me sentindo bem, apertei e procurei subir forte e fazer algumas ultrapassagens.

Dali em diante, um trecho de estrada e depois terra batida e em alguns momentos areia fofa, segurando um pouco.

A paisagem era muito boa, bem como o silêncio. Eram poucos corredores naquele momento e procurei seguir num ritmo confortável e este ritmo estava na casa de 5:10 de média.

Depois de algumas ladeiras e pouco hidratação, só havia agua no km4 e depois no km8, a boca já tava seca no km10, quando voltamos pra estrada, numa subida "animal" lembrando do morro do aprovado de Taubaté. Fui firme no inicio, fazendo algumas ultrapassagens que nao imaginava fazer, inclusive em cima da Joziane que foi a 1a. no feminino 25-29 anos e que vinha forte e por isso mesmo, usei como coelha.

Mas arriei um pouco ao ver que depois de uma curva, havia outra subida forte. Caminhei por 300metros pra recuperar o folego que havia indo embora depois de subir 1,3k num ritmo abaixo de 6min/km.

Ao enxergar a reta, voltei a correr e nada de agua no km12, ja eram 10:40hs da manhã e o Sol castigava, sentia aquele calor vindo do asfalto. Eis que avisto o Edward no sentido oposto cheio de garrafas d'agua, foi minha alegria. Peguei uma, dei um gole grande e joguei o resto na cabeça que evaporou.

No km13 tudo quase plano, procurei forçar um pouco, até que no km14 apareceu o posto de hidratação. Peguei logo dois copos que também evaporaram.

Entramos na cidade e após uma descida leve, da-lhe outra subida daqueles, nem pensei muito e fui, passei numa faixa segurada por duas moças marcando 15km (pelo GPS 14,5km), mas ainda nao acabava ali, tinha mais 300 metros até o tapete e fim da prova oficialmente.

cheguei bem e logo cumprimentado pelo Zebra que me ofereceu agua e indicando a mesa de frutas. Detonei pelo menos uns 5 pedaços de melancia e 2 laranjas. Esperei a turma toda chegar e confraternizamos, tiramos algumas fotos e vimos as premiações. Parabens a todos, em especial ao Zebra e Natanael pelos podiuns, "cada machadada uma minhoca!".

Agora seguir os treinos pra tentar fazer bem os 21,1km da Meia Maratona de SP em fevereiro.

Album de Fotos, Clique Aqui

Vídeo da Chegada:
  ;