27 de fev de 2011

27/02/2011 - Meia Maratona de São Paulo

Dados da corrida:
Largada: 8:02 horas 
Distância: 21.21km
Tempo: 01:46:12
Pace Médio: 05:00 min/km
Resultados: http://www.chiptiming.com.br/resultados/meiamaratonasp
Colocação:
1123º lugar geral e 188º lugar masculino 30-34 anos 
Fotos: http://www.flickr.com/photos/equipe100juizo/sets/72157626033006211/

Fui para minha 2a. participação seguida nesta prova, tinha em mente tentar diminuir o tempo em relação a 2010. Não seria fácil, pois ano passado, devido a maratona de SP ter sido no final de maio, os treinos estavam num nível mais forte, com alguns longões acima de 21km inclusive. Mas este ano estou mais leve e correndo em distâncias curtas, de forma mais rápida, em contrapartida, destreinado para distâncias maiores.

Acordei bem cedinho, 4:15 da manhã estava de pé e rumo a SJC, na casa do Zebra para encontrar com a primeira parte da turma. Ônibus no esquema, por sinal, belo "busão", com ar-condicionado e confortável.

Na ida fui conversando com a turma e depois tentar dormir um pouco, chegamos com meia hora de antecedência e já fomos caminhando até o estádio do Pacaembu. Os kits já haviam sido retirados na véspera do amigo Wagner e organizado pelo capitão Zebra, obrigado!

Michel, Seneval e eu fomos procurar um banheiro (químico), mas como comentei com o xará Namiuti, pode ter 1.000 banheiros químicos, sempre estarão com filas...

A temperatura era boa, estava na casa dos 24oC, mas isso iria mudar, não deu muito tempo para aquecimentos e conversas, as 8:00hs em ponto começamos a correr, quer dizer, a tentativa da Yescom de separar por pace, é bem válida, mas o povo não respeita, impressionante. Com isso, procurei desviar da galera e imprimir um ritmo. Fechei o primeiro km com pace de 4:48m/km, tava bom.

Percebi este ano que tinha bem mais gente que em 2010 e acho que a distância de 21km anda meio banalizada, pois no km2 havia pessoas caminhando e visivelmente cansadas, se fosse um ou outro beleza, acordaram num dia ruim, mas eram vários. Este lance de querer fazer a distância a todo custo é algo que as pessoas poderiam pensar melhor.

Fui tentando manter o ritmo obtido no km1, mas já saquei que não seria muito fácil, mas consegui manter até o km13 aquilo que havia imaginado, mas a partir deste ponto senti que o calor e/ou falta de ritmo me fizeram manerar um pouco, pra quem sabe forçar no final.

Fui neste ritmo mais lento, porém confortável, dava pra manter, forcei em alguns momentos, mas vi que do jeito que eu estava levando, dava pra fechar no tempo que queria.

E assim, foi, porém o último Km fui bem difícil, quando chegamos no estádio do Pacaembu, olhei o mesmo termômetro e lá estava 30oC, 6 a mais que o início, estava ali um motivo.

Assim que concluí fui buscar meu kit e conversar com os amigos, alguns como o Paulo Gallo, fazendo um tempaço.

Deu pra ver que pra maratona tenho muito que melhorar, mas fazendo os treinos corretos, tenho fé que dará tudo certo em junho na Maratona de SP e em julho na Maratona do RJ.

Quando Michel e eu voltávamos ao ônibus, vi o Fabão chegando, não muito contente com o desempenho.

Na volta, mais papos no ônibus, algumas comilanças, eu tava com o estômago meio estranho, talvez pelos 4 géis de carbo que tomei, além de gatorade e whey protein, conforme manda o figurino.

A próxima corrida deverá ser no sábado de carnaval, em Pinda, a famosa corrida das Dondocas. Depois teremos a tradicional Gen.Salgado, no dia 20/03.